HISTÓRIA CRIADA HOJE N ÃO EXISTE MACHO SEM CHANCES CARA DE PAU TOLAS ACREDITAREI NUNCA PAGA VELHO PAPO ESTRANHO DESIGUALDANTE BBVÉIO DST RETURN IMPREVIDÊNCIA GENÉRICOS CARNE PODRE CARNE FRAQUÍSSIMA CARNE FRACA 1 CARNE FRACA A MÃO DE DEUS BRT DAS ARÁBIAS 9 MILHÕES PARA CRIMINOSOS A NOVA RELIGIÃO, O “CIENTISMO” A TRÍADE MALDITA O CAPETÃO VOLTOU, O CAPETÃO VOLTOU… AS VÍTIMAS NÃO CONTAM É A FÍSICA, IDIOTA! POBRE MARACANÃ! ASSALTOS VERGONHA E AÍ, MULHERES? VÃO CONTINUAR DEIXANDO? TUDO É DADO ACIDENTE? ASSASSINATOS TÍTULOS SEM VALOR MASTURBAÇÃO GOVERNAMENTAL COBRANÇA INDEVIDA A PREFEITURA NÃO TEM DONO IMPOSTO É PAGAMENTO POR PRESTAÇÃO DE SERVIÇO E NÃO OBRIGAÇÃO SÃO NOSSOS SERVIÇAIS E NÃO O CONTRÁRIO NÃO EXISTE “CALAMIDADE FINANCEIRA” A ESUQUERDA NA NUVEM DEMOCRACIA NO ORIENTE E CONTO DE FADA DA KÉFERA TALVEZ SEJA ÚTIL IDOSO É SUA MÃE É BOM PRÁ QUEM TÁ DE FOLGA… PRESOS NAS CELAS DOMINAÇÃO ÓI NÓÍS AKI TRAVÊIS! A VOLTA HERÓIS ASSASSINOS POUCOS ARTISTAS PAI GORDINHO PREMONIÇÃO TEM UM EMPREGO? CARAS DE PAU – MESMO! QUEREM MATAR VOCÊ! CÂNCER PARA TODOS LOUCOS? DOIS PESOS, DUAS MEDIDAS CUIDADO HAPPY FUGA DO INFERNO O INFERNO NA PRAIA PONTE PARA O NADA BURRICE FARCS AINDA VOTAM? BOBAGEM NÃO SEJA GENTIO PALHAÇADA FIM DE SEMANA MORTAL MACAQUICES SADOMASOQUISMO HAPINESS MALUQUICES DE FIM DA ANO NOVO SISTEMA DE CASTAS SOMOS TODOS COMUNISTAS DISFARÇADOS COMANDAR A VIDA NÃO SE MORRE MAIS! O MUNDO MUDOU! NÃO PRECISA MAIS MORRER! O MUNDO MUDOU! O mundo mudou. É preciso não morrer mais. Alguns seres imortais Fizeram de você um animal. HAITI, OBRA COMUNISTA A MORTE NÃO É A ORDEM NATURAL DAS COISAS O CONTROLE DA VIDA TÃO DE OLHO NA GENTE ESQUERDISTAS SÃO LOUCOS DE PEDRA SÃO AS EMPRESAS QUE FAZEM A RIQUEZA, NÃO O ESTADO SUS, UM ABSURDO FINITO VELHO CHOCO MAIS UMA VEZ PO TSE EXTRAPOLA SALÁRIO MÍNIMO, LEIS TRABALHISTAS, DESEMPREGAM 12.O000.000
bene

Bene Barbosa explica.

About

O Jornal Almar tem como objetivo levar o conhecimento da Realidade (que, por incrível que possa parecer, tanto não pode ser percebido pelos sentidos, quanto é ignorado por todas as instituições humanas) mas de forma leve, agradável, mesmo divertida. Através de textos atuais, personagens fictícios, discussão do que acontece no mundo das pessoas e todas as formas que forem possíveis e necessárias para levar a Realidade aos seres humanos, porque não podem mais continuar ignorantes dela.

bene
Bene Barbosa (Foto: Divulgação)

Bene Barbosa é professor, advogado e presidente do Movimento Viva Brasil, uma associação que defende as liberdades individuais, além da defesa da preservação do patrimônio histórico, livre expressão artística, intelectual e de comunicação.

Ele é bastante reconhecido como defensor do direito de porte de armas de fogo, seja para coleção, caça, prática esportiva e legítima defesa.

Tem viajado o país promovendo seu livro, “Mentiram pra mim sobre o desarmamento” escrito em parceria com Flávio Quintela, autor do também famoso “Mentiram (e muito) pra mim”.

 

Por que a pauta do desarmamento voltou à baila com tanta repercussão agora em 2015?

Em razão da boa tramitação do PL 3722/12 que cria uma nova legislação sobre armas e munições no Brasil. Além disso grande parte da nova legislatura na Câmara é favorável ao fim do desarmamento, o que causou e tem causado grande desconforto entre os desarmamentistas e boa parte da imprensa.

Você já percebeu algum tipo de consequência das reportagens e campanhas pró desarmamento recentemente? Como o MVB recebe e responde a essas reportagens e manifestações contra o porte de armas?

O que percebo é que quando mais eles falam mais gente aparece do nosso lado. A discussão, o debate, sempre nos favoreceu. Assim vencemos o referendo, assim venceremos agora. Eles tentam, de todas as formas, deturpar o PL 3722 dizendo, por exemplo, que qualquer um poderá comprar e portar uma arma e isso é uma grande mentira. Outro ponto interessante, por exemplo, é ver que na Folha de São Paulo, um jornal francamente favorável ao desarmamento, o meu livro com o Flavio Quintela, chamado Mentiram Para Mim Sobre o Desarmamento, está entre os três e-books mais vendidos lá.

Existe algum tipo de pesquisa que seu trabalho fez que relacione região do pais com desarmamento, um antes e depois? Se houve, como se deu?

Não fizemos nada assim, infelizmente nossos recursos são bem limitados, o que não ocorre com as ONGs pró-desarmamento que nadam em dinheiro público e verbas internacionais. O que podemos afirmar com base em dados do próprio governo é que o Nordeste continua sendo a região onde há menos armas legais e é a região recordista em homicídios.

O seu trabalho de mais de vinte anos tem sido proveitoso de que forma? O livro fez diferença e qual é o público do ” Mentiram pra mim…”?

O livro foi um sucesso muito maior que eu esperava e a nova discussão sobre o tema acabou alavancando o interesse. O que para mim é mais significativo é saber que a maioria dos interessados são jovens, normalmente abaixo do 25 anos. É uma nova geração que está vindo ai com uma cabeça muito diferente.

Existe algum tipo de apoio ou patrocínio? Há um esforço de indivíduos nesse projeto ou alguma corporação está envolvida, como se vê acusações ao MBL na internet de terem como padrinhos grandes magnatas e corporações estrangeiras?

Gostaria muito mas não. Hoje o MVB é financiado por filiações e doações, em sua grande maioria de pessoas físicas que acreditam no nosso trabalho. É um desafio diário mas que traz uma independência que não tem preço.

As perspectivas para o seu trabalho no MVB são…?

Se você me perguntasse isso 20 anos atrás, quando comecei, eu diria que não tinha nenhuma. Nunca pensei muito nisso. As coisas vão acontecendo, crescendo, sempre por conta de um trabalho sério e honesto. Eu não imaginei que estaria aqui hoje e não imagino onde estarei daqui 10 anos.

 

 


2016 Almar LTDA